Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Rio de Janeiro recebe o Prêmio Corregedoria Ética
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 15/12/2023 17:01

Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Rio de Janeiro foi agraciada nesta quinta-feira, 14 de dezembro, com o Prêmio Corregedoria Ética, organizado pela Corregedoria Nacional de Justiça. O Projeto Inclua-me, idealizado e coordenado pela Juíza Titular do Juizado Especial Criminal do Méier e Coordenadora do CEJUSC-MÉIER, Dra. Cláudia Marcia Gonçalves Vidal, em parceria com a Comissão de Acessibilidade e Inclusão - COMAI, ganhou o prêmio na categoria Boas Práticas, onde foram laureadas ações de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência realizadas nos órgãos do Poder Judiciário e de seus serviços auxiliares, desenvolvidas de acordo com a Diretriz Estratégica 10 do CNJ

Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Rio de Janeiro recebeu também Menção Honrosa no Prêmio Corregedoria Ética, na categoria Boas Práticas relativas à Diretriz Estratégia 8 do CNJ, ao apresentar uma coletânea de Projetos do Comitê de Promoção da Igualdade de Gênero e de Prevenção e Enfrentamento dos Assédios Moral e Sexual – COGEN - intitulado "Rompendo o Silêncio".