Fiscalizações, assessoramento cartorário e plano de gestão impactaram positivamente nos indicadores do TJRJ
Notícia publicada por ASCOM - CGJ em 19/07/2021 17:13

A Comissão de Acompanhamento e Análise de Indicadores Judiciais da Primeira Instância, gerido pela Corregedoria Geral da Justiça, apresentou um levantamento sobre a produtividade do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, nos cinco meses do ano de 2021, período da atual gestão.

O estudo revelou que com as intensas fiscalizações, o constante assessoramento cartorário e o plano de gestão realizado pela Corregedoria houve um significativo impacto nos indicadores do PJERJ.

Foram mais de 1.197.831 processos arquivados pelas serventias da primeira instância. Os juízes praticaram mais de 4.391.962 atos, dentre sentenças, decisões e despachos. Em relação aos autos paralisados há mais de 90 dias, houve uma redução de 29,52%. E o acervo em geral, foi reduzido em 2,86%.

Confira abaixo os gráficos com os índices.