Curatelados da Capital receberão visita de assistentes sociais a partir de abril
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 27/03/2019 18:03

O Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Bernardo Garcez, determinou que todos os 392 curatelados sob responsabilidade da Central de Tutoria da Capital sejam visitados a partir de abril para que seja possível conhecer a real situação de cada um deles. Por isso, representantes da Divisão de Apoio Técnico Interdisciplinar (DIATI), da Central de Tutoria da Capital e da CGJ realizaram hoje (27/03) reunião com assistentes sociais para definir a dinâmica de trabalho.

O Corregedor convocou 125 assistentes sociais do quadro de servidores do Tribunal de Justiça para realizar estudos sociais. Além disso, o Presidente do Tribunal, desembargador Claudio de Mello Tavares, liberou dez veículos que serão utilizados por esses profissionais para visitar os curatelados.  

A partir dessas inspeções, será possível identificar as necessidades de cada um dos assistidos, traçar perfis individuais e montar relatórios que servirão para traçar as diretrizes do trabalho da Central de Testamentaria e Tutoria Judicial da Capital. As informações colhidas também serão usadas para alimentar o banco de dados do sistema eletrônico que será utilizado para monitoramento das Centrais.

A reunião serviu para tirar dúvidas, alinhar expectativas e contou com a presença da diretora da DIATI, Sandra Levy, da tutora judicial da Capital, Andréia Pequeno, da chefe do Serviço de Apoio aos Assistentes Sociais (SEASO), Luciene Rocha, e da profissional de apoio técnico, Sanvia Rodrigues.