Palestra de Márcio Atalla sobre qualidade de vida abre Semana do Servidor Público
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 24/10/2018 11:50

Ao abrir a Semana do Servidor, o Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares, que presidiu a mesa da atividade, saudou  os serventuários que lotaram o Auditório Desembargador José Navega Cretton, destacando o trabalho desenvolvido pelo Tribunal de Justiça visando a melhoria da qualidade de vida de todos. A Semana comemorativa do Dia do Servidor Público é promovida pelo TJRJ em parceria com a Amil:

- É com muita satisfação que participo da abertura dessa Semana do Servidor. Torna-se importante ressaltar que o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro investe em seus serventuários com a finalidade de proporcionar melhor qualidade de vida, dentro de um contexto de minimização dos riscos à saúde no ambiente de trabalho. E, para construção de uma política de proteção e valorização da saúde do servidor, é fundamental a existência de um espaço para discussão desse tema, com a participação de gestores e servidores -  disse o desembargador, ressaltando o tema da palestra, "Sua Vida em Movimento", que seria dada em seguida pelo professor de Educação Física e especialista em treinamento de alto rendimento, Márcio Atalla.

Antes de passar a palavra a Atalla, o Corregedor-Geral fez questão de destacar o comprometimento do serventuário, que se depara, diariamente, junto com os juízes, com um ambiente estressante em razão das expectativas imediatas dos jurisdicionado:

- Os serventuários, assim como os juízes, vivem em um ambiente muito estressante porque o cidadão que bate à porta da Justiça quer uma solução rápida. No cotidiano, os servidores se deparam com inúmeras dificuldades, vivenciando problemas, ouvindo críticas e anseios, lidam diretamente com a ansiedade daqueles que clamam pela Justiça. Por isso, parabenizo a todos os serventuários, e tenho muito que me orgulhar, porque os vejo totalmente comprometidos.

Atalla, que está lançando seu terceiro livro, "A Dieta Ideal", em parceria com a nutricionista Desire Coelho, falou em seguida:

- Temos que incorporar o movimento ao nosso dia a dia. Através do movimento diário, do que a gente faz no nosso cotidiano, é possível se tornar uma pessoa ativa - afirmou ele, acrescentando que não existe fórmula mágica para alcançar uma melhor qualidade de vida e que somente com boas escolhas é possível conquistá-la. E acrescentou:

- O que vai determinar a melhoria da nossa qualidade de vida é a mudança no nosso estilo de vida, que é determinado por aquilo que fazemos na maior parte dos dias. O grande problema é que queremos, sempre, eleger um vilão, quando, na verdade, a causa está nos nossos hábitos.

Atalla lembrou que o Brasil é o país mais sedentário da América Latina e o quinto no mundo. Na opinião do especialista, o mais difícil para as pessoas abandonarem o sedentarismo é se conscientizar sobre a necessidade da mudança de hábito:

- Até a década de 80, o brasileiro dava 10 mil passos por dia. Hoje damos pouco mais de dois mil. E quando falo sobre a importância de incorporar o movimento não quero dizer que a pessoa precise se matricular em uma academia. O mais importante é ela escolher uma atividade que consiga fazer todos os dias. Subir as escadas do prédio onde trabalha pode ser uma solução saudável.

Ele encerrou a palestra afirmando que não existe uma dieta ideal para aqueles que buscam melhorar sua saúde.

- Não existe uma dieta ideal. Conheço vegetarianos magros e obesos. Na verdade, é muito mais fácil dizer que o arroz ou o glúten engorda do que mudar o estilo de vida. O mais importante é aumentar o consumo de fibras, não exagerar no açúcar, sal e gordura, e ingerir bastante água”, considerou, acrescentando três dicas que também considera fundamentais: não fumar, não ser sedentários e comer 10% a menos de calorias de cada refeição. Isso vai diminuir em 72% as chances de a pessoa ficar doente, garantiu.

O evento foi organizado pela Diretoria Geral de Gestão de Pessoas (DGPES). Também participaram da mesa de abertura da Semana do Servidor, o juiz auxiliar da Presidência do TJRJ,Marcello Rubioli, o juiz auxiliar da Corregedoria Geral, Luiz Eduardo Canabarro, e o diretor-geral da DGPES, Gabriel  Albuquerque Pinto. 

Foto: Bruno Dantas/TJRJ

TJRJ