Corregedoria compartilha exame de indicadores e planos de ação para facilitar a autogestão
Notícia publicada por ASCOM - CGJ em 23/11/2021 23:01

Na foto, o corregedor-geral da Justiça, des. Ricardo Rodrigues Cardozo; os juízes auxiliares da CGJ, Renata Guarino e Luiz Eduardo de Castro Neves; a diretora-geral de Fiscalização e Assessoramento Judicial (DGFAJ), Simone Ferreira de Oliveira e Cruz; a coordenadora da Comissão de Acompanhamento e Análise de Indicadores Judiciais da Primeira Instância da Corregedoria (COIND), Pamela Veiga; e a Natalia Rubia, membro auxiliar de apoio administrativo da COIND

 

Com a finalidade de orientar, facilitar a gestão e melhorar os números do Tribunal de Justiça, a Corregedoria Geral da Justiça disponibilizou para as serventias, por meio do Projeto Bússola, os exames que realiza para fins de fiscalização. 

A nova metodologia de apresentação dos números trará informações de forma mais clara, interativa e, sempre que possível, acompanhadas de planos de ação - diretivos com sugestões e dicas para a tomada de decisões e ajustes de rumos. 

“Não é possível exigir o cumprimento de metas se não há informação objetiva e de fácil compreensão sobre o desempenho da serventia, seus indicadores e comparação com outras em situação semelhante. A Corregedoria Geral de Justiça deve compartilhar com as serventias os números que examina, sua metodologia de trabalho, de forma a facilitar a gestão”, explica o corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo. 

O sistema exibe em sua tela central um completo panorama da serventia, como informações sobre lotação, fiscalização, tombamento, taxa de congestionamento, IAD, Meta 1 e 2 do Conselho Nacional de Justiça. Além disso, possibilita o comparativo com o respectivo grupo de atribuição, a identificação dos fatores que impactam nos indicadores e dá acesso aos referidos diretivos. 

As informações apresentadas pelo Projeto Bússola são extraídas do DCP, mas poderão ser estendidas às varas que estão migrando para o PJE, na medida em que os indicadores forem desenvolvidos.  

O objetivo da Corregedoria Geral de Justiça é compartilhar as informações de que dispõe e que norteiam sua atuação fiscalizatória e de apoio, para que também possam ser utilizadas pelas serventias na busca da melhoria da prestação jurisdicional. 

 

 

                                         Como funciona:

 

 

Clique aqui para acessar o Projeto Bússola >>>