Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Debate sobre a Reforma da Previdência é transmitido em tempo real

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2018-01-29 13:20:00.767

A palestra “A Reforma da Previdência é uma farsa?”, promovida pela Escola de Magistratura e pelo Fórum Permanente de Segurança Pública e Execução Penal , foi aberta, na manhã de hoje, pelo Presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Milton Fernandes de Souza e pelo Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares, além do diretor-geral da Emerj, desembargador Ricardo Rodrigues, o presidente e o vice-presidente do Fórum, respectivamente, desembargadores Alcides da Fonseca Neto e Luciano Silva Barreto, e o deputado federal Alessandro Molon. Logo no início, o desembargador Alcides da Fonseca informou que o evento seria transmitido em tempo real pelo Facebook e pelo You Tube.

O diretor-geral da Emerj observou que este foi o segundo evento sobre o tema (o primeiro aconteceu em 2017), “que envolve toda a sociedade brasileira. A Escola de Magistratura não tem uma opinião firmada sobre isso. O que queremos é um debate sobre o assunto, que é o papel da escola. O governo diz que a reforma da Previdência é necessária para o futuro. Mas será que não está maquiada para esconder seus propósitos?”

O Presidente do TJRJ, desembargador Milton Fernandes de Souza, ressaltou a importância do debate sobre o tema “para a sociedade independentemente de haver ideias convergentes ou divergentes. O importante é debater para que tenhamos uma posição firmada a esse respeito”.

O Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares falou em seguida:
- Faço minhas as palavras do Presidente Milton Fernandes de Souza.  A sociedade brasileira tem sofrido muito com essas reformas. Há anos, quando o aposentado achou que estava tranquilo, decidiram taxá-lo para que tivesse que contribuir mais para tapar o rombo do país pelo qual ele não foi responsável. Não podemos aceitar a imposição dessas reformas.” Ele citou também o absurdo aumento do IPTU ressaltando que “o cidadão já paga muitos impostos. Temos que ver a realidade. É certo o cidadão ter que pagar por um rombo fruto de corrupção? Desejo que este debate e os palestrantes tragam luzes sobre o tema para que possamos lutar por nossos direitos.

O presidente do Fórum Permanente de Segurança Pública e Execução Penal, desembargador Alcides da Fonseca Neto ressaltou que as informações sobre a reforma da Previdência veiculadas “em jornais e TV só têm  o discurso oficial. A mídia hoje em dia não é isenta. É oficial. Este evento é a possibilidade de ouvir o outro lado.” Ele aventou a possibilidade de um terceiro debate sobre a Previdência com a participação de um economista ou um político favorável à reforma. Sobre o fato de o evento ter sido promovido pela comissão que preside, o desembargador respondeu:
- Eu poderia responder que a Previdência virou um problema de segurança pública, mas a resposta é bem mais simples: não existe um fórum específico que trate da Previdência.

Também participaram do debate a presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB, Suzani Andrade e o vice-presidente de Assuntos da Seguridade Social da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Décio Bruno Lopes. O debate foi seguido de perguntas feitas pelo público presente e por internautas. Décio Lopes informou que, no site da associação, estão disponíveis dez filmes sobre o tema do evento: https://www.anfip.org.br/reformadaprevidencia.php.