Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Premiação nacional reconhece a excelência de 130 cartórios brasileiros

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2017-11-21 18:49:00.375

O Prêmio de Qualidade Total entregou sexta-feira (17/11), em Fortaleza, no Ceará, a premiação nacional dos cartórios brasileiros, promovida pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR) em parceria com a Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que reconheceu a eficiência e excelência de 130 unidades na prestação de serviços ao cidadão. A inscrição na premiação nacional é facultativa.

O Prêmio de Qualidade Total da Anoreg/BR (PQTA) foi instituído em 2005 e visa  auditar e premiar cartórios que atendam aos requisitos de excelência e qualidade na gestão organizacional de suas unidades e na prestação de serviços aos usuários, sendo avaliados por uma auditoria externa independente, sob a responsabilidade do grupo português APCER Brasil.

– Acredito que a conquista desta premiação representa o esforço de cada cartório em se modernizar cada vez mais, atingindo o mais alto patamar na prestação desse serviço público, que é essencial para a garantia da cidadania, da segurança jurídica dos negócios pessoais e patrimoniais dos cidadãos, assim como para a prevenção de litígios – disse o presidente da Anoreg/BR, Cláudio Marçal Freire.

A premiação deste ano contou com um número recorde de cartórios inscritos: 136, em quatro categorias – Diamante, Ouro, Prata e Bronze – correspondendo aos requisitos elencados pela Comissão de Organização e pelas normas de qualidade da ABNT, ISO e NBR. Ao todo, 18 estados tiveram unidades inscritas.

Entre os critérios de avaliação da premiação nacional estão: Gestão Estratégica, Gestão Operacional, Gestão de Pessoas e Instalações, Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho, Gestão Socioambiental, Gestão da Informatização e Controle de Dados, Gestão da Inovação e Compliance.

Foram premiados 61 cartórios na categoria Diamante, 37 na categoria Ouro, 26 na Prata e cinco na Bronze. Um recebeu menção honrosa. Mato Grosso liderou a premiação total, com 25 unidades premiadas, seguido por São Paulo com 24, Goiás com 19 e Santa Catarina com 18.

O Prêmio deste ano contou pela primeira vez com a participação da Corregedoria Nacional de Justiça, que ratificou a assinatura dos certificados dos premiados e elogiou a iniciativa:

– É muito importante que a categoria faça essa autoavaliação, que busque estimular o aprimoramento contínuo dos serviços e siga em um processo de evolução que beneficie, não só os seus serviços, mas, principalmente, os destinatários finais dos serviços extrajudiciais, que são os usuários dos cartórios – disse o juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, Márcio Evangelista Ferreira da Silva.

Fonte: Anoreg/BR