Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Assistentes Sociais promovem evento para debater os desafios do Serviço Social na atualidade

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em Mon May 29 18:54:00 BRT 2017

O Serviço de Apoio aos Assistentes Sociais da Corregedoria Geral da Justiça realizou nesta segunda-feira (29/5), um debate sobre o tema “Os desafios do Serviço Social na conjuntura atual” para celebrar o Dia do Assistente Social, comemorado em 15 de maio. O evento reuniu assistentes sociais do Tribunal de Justiça do Rio e de outras instituições no Auditório Antônio Carlos Amorim da Emerj, no Fórum Central.

O juiz auxiliar da Corregedoria, Afonso Henrique Barbosa, abriu o evento ao lado das assistentes sociais Sânzia Rodrigues, Maria Aparecida Evangelista, Carla Schiavo e Jussara Ferreira (conselheira do Conselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro).

- Hoje é um dia para celebrar, mas também para debater sobre a profissão, que é uma categoria muito importante para o TJRJ, principalmente neste momento de crise que nós estamos passando no funcionalismo público – destacou o juiz auxiliar.

Para a assistente social Aparecida Evangelista, esses encontros são necessários para a categoria refletir e aperfeiçoar o trabalho desenvolvido: - É muito significativo estarmos reunidos neste momento tão adverso como o que estamos vivendo no país e pensar em como garantir acesso a direitos nos espaços onde trabalhamos.  

Após a abertura, os professores Jefferson Lee da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e Charles Toniolo da Universidade Federal do Estado Rio de Janeiro (UFRJ) palestraram sob a temática do evento e debateram com os participantes.

A organização do encontro contou com o apoio da Comissão de Serviço Social da CGJ/TJRJ (COSS) e da Comissão de Formação Permanente de Assistente Social da CGJ/TJRJ (COMFAS).

O Serviço Social no TJRJ:

O Serviço Social no Tribunal de Justiça do Rio existe há mais de 70 anos. Inicialmente, em 1946, a atividade do assistente social era direcionada ao Juizado de Menores. Dois anos depois, foi realizado o primeiro concurso, no qual foram aprovados 10 profissionais para exercerem funções no Juizado de Menores. Por esse motivo, durante muitos anos, a atuação do Serviço Social esteve associada ao Juizado de Menores. Isso mudou a partir de 1988, quando foi realizado um concurso com 70 vagas para formação de um quadro próprio de assistentes sociais no TJRJ que foram lotados em Varas de Infância, de Família, de Execução Penal e Órfãos e Sucessões.