Assessoria Imprensa (Dest. Foto/Texto)

Retornar para página inteira

Evento sobre Marco legal da 1ª Infância na Emerj conta com a presença do corregedor-geral da Justiça

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 2017-03-31 18:29:00.764

Para celebrar e debater o primeiro ano do Marco legal da 1ª Infância, lei que incentiva a criação de programas, serviços e iniciativas voltadas à promoção do desenvolvimento integral das crianças do nascimento aos 6 anos, a Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) promoveu na tarde desta sexta-feira (31/03), um evento que foi aberto pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Milton Fernandes; pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares, e pelo diretor-geral da Emerj, desembargador Ricardo Cardozo. O juiz Sérgio Ribeiro, que presidiu os debates ao lado das as juízas Lucia Glioche e Raquel Chrispino, classificou como emblemática a presença das três autoridades máximas do Judiciário fluminense:

-- Isso mostra a importância dada pelo Tribunal de Justiça à primeira infância.

O desembargador Claudio de Mello Tavares citou a célebre frase de Pitágoras, “Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos”, e destacou que a “Corregedoria apoia, incentiva e dá importância a seminários que tratem da Infância.” Ele  falou ainda sobre as Unidades Interligadas, projeto da Corregedoria que promove a instalação de postos de atendimento para o registro civil em maternidades “a fim de que as crianças já saiam de lá com a certidão de nascimento.”

O presidente do Tribunal de Justiça destacou o trabalho dos juízes que trabalham nas Varas de Infância: “É na criança que temos que depositar a esperança de dias melhores, por isso, parabenizo todo trabalho feito pelos juízes da Infância”.

O diretor-geral da Emerj, destacou a importância da presença do Presidente e do Corregedor do TJRJ no evento: “As crianças merecem todo apoio e atenção do Estado porque serão os cidadãos de amanhã”.  

Os juízes auxiliares da Corregedoria Leandro Loyola, Luis Eduardo Canabarro, Leonardo Grandmasson, Marcius Ferreira e Luiz Mello Serra, e a diretora-geral de Administração da CGJ, Alessandra Anátocles, também participaram do evento.