"A Justiça que nós queremos" é tema de seminário na Emerj
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 18/08/2008 16:27

Foi realizado hoje (dia 15 de agosto), na Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), o seminário "A justiça que nós queremos". O primeiro tema discutido foi "Favela e Cidadania", que contou com a presença dos desembargadores Amaury Arruda de Souza e Siro Darlan, do delegado de Polícia Orlando Zaccone, do sociólogo Marcelo Burgos, do Departamento de Sociologia e Política da PUC/RJ, do cantor e líder comunitário MV Bill e de Márcia Jacinto, mãe de um jovem morto por policiais militares em 2002.

O tema "Nossa Casa, Nossa Terra" foi debatidoem seguida e contou com a participação do desembargador Geraldo Prado, de Maria de Lourdes Lopes, da Coordenação do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, João Pedro Stedile, da Direção do Movimento Sem Terra, e de João Luiz Duboc Pinaud, da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB.

À tarde, foram realizados os painéis "Direito à Diferença", tendo como moderador o vice-presidente da OAB, Lauro Schuch, e "Fora da Lei, Abaixo a Vida", conduzido pelo desembargador Antônio Eduardo Duarte. As palestras foram ministradas pelo coordenador do Grupo Arco-Íris, Cláudio Nascimento, pela representante do Grupo Davida, Gabriela Silva Leite, pelo escritor Alcione Araújo, Ronaldo Monteiro, da Incubadora de Projetos para Egressos, Mônica Cunha, do Movimento Moleque, Carlos Nicodemos, do Projeto Legal, e Julita Lengruber, diretora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da UCAM. O evento foi encerrado pelo advogado e ex-parlamentar Modesto da Silveira, autor da Lei de Anistia. O seminário foi realizado pela Associação dos Juízes para a Democracia e teve o apoio da Emerj.