Coral da Corregedoria Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Iniciando suas atividades em Junho de 2011, como parte do Projeto Desenvolver, um programa da Corregedoria voltado a aspectos humanos e comportamentais, o Coral, além de propiciar uma forma de terapia coletiva e ser um veículo fomentador de um melhor ambiente de trabalho, tem como principais objetivos: proporcionar, pela prática de canto coral, maior interação, elevação da auto-estima, sociabilização, além do acesso à música de boa qualidade e melhoria no nível cultural dos integrantes, ministrando técnicas: vocal, respiratória, de relaxamento e de dicção, voltadas à prática coral.

Integrado por servidores do Poder Judiciário e demais amigos da música, o Coral fez sua estréia em 29 de julho, na solenidade em que houve a Formatura da 29ª Turma da Escola de Pais da Vara da Infância Juventude e do Idoso da Capital, participando, também, do 2º Encontro de Corais do TRT/RJ e do 4º Encontro de Corais do Colégio São Bento, tendo promovido, em 26 de outubro, seu 1º Encontro de Corais, homenageando Sílvio Salema, (sobre quem falaremos mais adiante).

Organizado e dirigido por Miguel Braga - servidor do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro - o Coral, em suas apresentações, é acompanhado por um dos seguintes músicos:

  • Jésus Figueiredo: Maestro Assistente do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, laureado com vários prêmios no Brasil e no exterior, arranjador, organista, rege vários corais e orquestras nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.
     
  • Maurício Durão: Compositor de trilhas sonoras para teatro e cinema, instrumentista, arranjador, organizou e dirige vários corais nos municípios do Rio de Janeiro e Cabo Frio, além de se apresentar com o grupo vocal Scandallo, dedicado à música brasileira.
     
  • Arthur Franco: Cantor, intérprete, instrumentista, arranjador, desenvolve um forte trabalho de terapia coral junto ao público juvenil e de terceira idade e, ainda, projetos de resgate social de jovens viciados através da sensibilização pela música instrumental.
     
  • Rogério Araújo: Musicista, compositor, instrumentista, professor de canto e violão, dá apoio e orienta a preparação das vozes com técnicas de relaxamento, respiração, impostação e interpretação do repertório apresentado.